Download Free FREE High-quality Joomla! Designs • Premium Joomla 3 Templates BIGtheme.net

Tocha paralímpica é acesa no Palácio do Planalto

Palácio do Planalto, Brasília, DF, Brasil 25/8/2016. Foto: Renato Araújo/Agência Brasília
Palácio do Planalto, Brasília, DF, Brasil 25/8/2016. Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

A uma semana do início do revezamento da tocha paralímpica — que será em 1º de setembro em Brasília —, a chama foi recepcionada no Palácio do Planalto. Ouro em Londres-2012 nos 200 metros rasos, Yohansson do Nascimento recebeu o objeto das mãos do presidente da República interino, Michel Temer. Entre outras autoridades, o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, participou da cerimônia.

Ouro em Londres, Yohansson do Nascimento recebeu a chama do presidente da República interino, Michel Temer. Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

“Nós, atletas, estamos treinando com afinco para alcançar a meta ambiciosa de ficar entre os cinco melhores”, discursou o velocista. No currículo, ele soma, em dois Jogos Paralímpicos (Londres e Pequim-2008), um ouro, duas pratas e um bronze. Na Inglaterra, a equipe brasileira terminou em sétimo lugar no ranking geral.

O governador de Brasília destacou a tradição do País nos Jogos e a importância do incentivo aos atletas. “O esporte tem sido um instrumento de inclusão social para todos, em especial para as pessoas com deficiência”, apontou Rollemberg.

Desejando sucesso aos atletas na competição, Michel Temer falou sobre o sucesso da edição olímpica. “Fomos capazes de organizar um evento que recebeu aplausos mundiais e vamos repetir isso com as Paralimpíadas”, apostou.

O presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, Andrew Parsons, ressaltou os investimentos do governo e o aumento crescente na venda de ingressos. “Precisamos não apenas tolerar as diferenças. Não gosto desse termo. Temos é de respeitar e valorizar”, acrescentou. Apenas ontem (24) foram vendidos mais de 145 mil bilhetes para o evento, que começa em 7 de setembro e vai até 18 do mesmo mês. Todas as disputas ocorrerão no Rio de Janeiro (RJ).

O revezamento da tocha paralímpica passará por cinco cidades, cada uma de uma região do Brasil. O percurso começará em Brasília. No dia seguinte, estará em Belém (PA). Depois, Natal (RN), São Paulo (SP) e Joinville (SC). Em 6 setembro, a chama desembarca no Rio de Janeiro. O trajeto será encerrado na cerimônia de abertura, em 7 de setembro.

Também participaram do evento hoje o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, o ministro do Esporte, Leonardo Picciani, e o presidente dos Comitês Olímpico do Brasil e Organizador Rio-2016, Carlos Arthur Nuzman. A esposa do governador e colaboradora do governo de Brasília, Márcia Rollemberg, e a secretária do Esporte, Turismo e Lazer, Leila Barros, assistiram à cerimônia.

EDIÇÃO: MARINA MERCANTE

PUBLICIDADE

COMENTE

A responsabilidade do comentário é do autor da mensagem e não representa a opinião do Portal Agita Brasília.