Pesquisar
Close this search box.

1a edição de 2024 da Feira de adoção de animais abandonados do Lar dos Anjos

A primeira feira de adoção de pets de 2024 do abrigo Lar dos Anjos,


A primeira feira de adoção de pets de 2024 do abrigo Lar dos Anjos, aconteceu neste sábado (13), no Taguaparque, na Marquise 1. O evento vai ser realizado todo segundo sábado do mês, para estimular a adoção de cães e gatos resgatados vítimas de abandono e/ou maus tratos. 

O abrigo fica na Ceilândia, e uma das administradoras do Lar dos Anjos, Alessandra Cunha Alves, contou que ao longo do dia, a primeira edição de 2024 da feirinha, um adestrador de cães estava presente oferecendo dicas de adestramento para os futuros tutores dos animais adotados. “Ele está aqui para poder instruir os adotantes no processo de adoção, quais são os cuidados que eles precisam ter, que precisam de vacinas, que precisam castrar”. 

Alessandra destaca que quem quiser adotar e não pode vir na primeira edição, pode comparecer no próximo segundo sábado do mês, em fevereiro. “E a pessoa pode entrar em contato com a gente pelo Instagram, ou pelo Facebook, que a gente faz uma entrevista, para ver se é um adotante legal, que tem condições pra ter o animalzinho, para poder cuidar bem dele”. Após a entrevista, o adotante pode ir buscar o cachorro no canil, que fica na Ceilândia. Na feirinha, essa entrevista também é realizada com todos os adotantes.

Na foto a administradora do projeto Maria Clara Freitas Vieira Silva e a cachorrinha Canela – que foi adotada na feirinha – Foto: Jornal de Brasília/Amanda Karolyne

Maria Clara Freitas Vieira Silva, outra administradora do abrigo, conta que para adotar, a pessoa precisa trazer comprovante de residência, comprovante de renda legal para poder sustentar o animalzinho e fotos do local onde o cãozinho vai morar. “Essas são as coisas que a gente faz para poder entender melhor se o adotante será bom”. E após a adoção, Clara afirma que é feito um acompanhamento para ver como o animal e o adotante estão se adaptando. “Nosso propósito é fazer com que as pessoas enxerguem o animal de uma forma mais solidária”. Para ela, é importante retirar esses animais da rua e evitar que eles procriem, e continuem em situação de abandono.  Os voluntários e as admiradoras do projeto, sempre verificam se o animal está saudável, e assim, eles ficam disponíveis para a adoção. 

O Lar dos Anjos é um projeto feito por amor, como contou Alessandra, que conta com ajuda de voluntários e de parcerias. “A gente sempre coloca nas redes sociais, que está precisando de voluntário”, conta Clara. 

Transcrição:

Foto: Jornal de Brasília/Amanda Karolyne

A jornalista Luana Karen, 42, e o esposo Daniel Milton, 36, funcionário público, junto com a filha Amora, de um ano e nove meses, compareceram à feirinha e adotaram dois cachorros, os irmãos Cascão e Cebolinha. Quem mais tinha vontade de adotar era Daniel, mas a esposa resistia antes. “Eu era mais resistente, mas quando vi esses dois aqui, eu me apaixonei”. Ela acredita que o trabalho vai ser grande, mas vai valer a pena. 


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A história dos dois cachorrinhos convenceu o casal a levar os dois para casa. “As meninas falaram que eles sofreram muito, eles tiveram uma pneumonia e passaram por um processo de tratamento”, acrescentou Luana.

Nas fotos os irmãos Lucas e Ítalo Graciano adotam a cachorra Ramona – Foto: Jornal de Brasília/Amanda Karolyne

Os estudantes Ítalo Graciano, 26, e Lucas Graciano, 21, são irmãos e desde que perderam o cachorro deles, a um ano atrás, queriam adotar outro. “A gente passou esse tempo sem cachorro. E faz muita falta”. Eles adotaram a cachorrinha Ramona, e o que os convenceu de que ela seria a escolhida, foi ver como ela é divertida e estava aprontando durante a feirinha. Mas eles pretendem mudar o nome da cadelinha. 

Serviço 

Lar dos Anjos – @lardosanjospet @larrosanjosadocao


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Número para contato: 61 98583-2237



Fonte: JBR

Fique ligado em tudo o que acontece em Brasília

Cadastra-se para receber atualizações exclusivas, novidades e descontos exclusivos.

Você sabia que o Agita Brasília está no Facebook, Instagram, Telegram, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.