Pesquisar
Close this search box.

80 novos médicos se formam na ESCS

Representando a turma, a oradora e recém-formada Luiza Carolina Abreu demonstrou emoção ao relembrar


Representando a turma, a oradora e recém-formada Luiza Carolina Abreu demonstrou emoção ao relembrar o período da graduação

A Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS) realizou, nessa segunda-feira (11), a solenidade de outorga de grau de 80 alunos do curso de medicina. Durante o evento, a secretária de Saúde, Lucilene Florêncio, destacou a importância da empatia, além do conhecimento teórico, na atuação da profissão.

“A dedicação ao paciente e o amor incondicional à medicina até o último dia de trabalho não podem ser esquecidos. O que os tornarão especiais será a maneira como vocês se portam, as conversas com os pacientes, os sorrisos tranquilizadores e os abraços. Será isso que os tornarão extraordinários”, afirmou, durante discurso na solenidade.

A gestora destacou a resiliência dos alunos ao persistir no curso, principalmente em época de pandemia, além da necessidade dos novos médicos insistirem em manter a admiração pela profissão, buscando cada vez mais conhecimento. “Mantenham viva essa chama de admiração, porque a medicina é uma dança e a capacidade de se adaptarem e crescerem pode fazer muita diferença”, explicou.

Novos médicos

Por parte dos formandos, o sentimento foi de gratidão, conforme definiu Letícia Agnelo, 24. “Eu me sinto muito feliz por estar me formando em uma instituição reconhecida e que me preparou para tratar com excelência dos meus pacientes. Me sinto muito grata pela oportunidade”, declarou.

O paraninfo da turma, professor Bruno Vaz da Costa, enfatizou o papel do respeito e compaixão nos atendimentos com os pacientes. “ A única razão para existência do nosso trabalho é o respeito ao paciente. Ouçam com atenção o que cada um fala, sejam honestos e transparentes”, aconselhou.

Representando a turma, a oradora e recém-formada Luiza Carolina Abreu demonstrou emoção ao relembrar o período da graduação. “Aqui aprendemos a ter resiliência. O estudante da ESCS se acostuma a entregar tudo com excelência, assim como confrontar o medo”, disse.

Os 80 graduandos fazem parte da 18ª turma da ESCS, que já formou 1.203 médicos desde sua criação, em 2001.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Também participaram da solenidade, a pró-reitora de graduação da UniDF, Alessandra Edver; a presidente do Conselho de Educação do DF, Eliana Moyses Muss; a diretora-executiva da Fepecs, Inocência Rocha da Cunha Fernandes, diretora-geral da ESCS, Marta David Rocha de Moura; e a coordenadora do curso de medicina, Marcia Cardoso Rodrigues.

Fepecs

Vinculada à Secretaria de Saúde (SES-DF) e integrada à Universidade do Distrito Federal (UnDF), a Fepecs tem como finalidade formar o quadro profissional de nível técnico e superior, de pesquisas e extensão, e de domínio e cultivo do campo do saber da saúde.

A Fepecs é mantenedora de três escolas: a Escola de Aperfeiçoamento do SUS (EAPSUS); a Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS) e a Escola Técnica de Saúde de Brasília (ETESB).


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Fonte: JBR

Fique ligado em tudo o que acontece em Brasília

Cadastra-se para receber atualizações exclusivas, novidades e descontos exclusivos.

Você sabia que o Agita Brasília está no Facebook, Instagram, Telegram, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.