Download Free FREE High-quality Joomla! Designs • Premium Joomla 3 Templates BIGtheme.net

A 15 dias do início da fiscalização, 53% da frota do DF não está licenciada

Os dados do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran/DF) indicam que apenas 798.215 dos 1.696.379 veículos em circulação já emitiram o novo Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV)

Crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press. Brasil.

A 15 dias do início da fiscalização do licenciamento de 2017, 53% da frota do Distrito Federal ainda não está com a situação regularizada. Os dados do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) indicam que apenas 798.215 dos 1.696.379 veículos em circulação já emitiram o novo Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV).

Para facilitar o processo de fiscalização, o Detran criou o Protocolo de Autorização Provisória para a Circulação de Veículos, que permite que o motorista emita uma autorização provisória, com validade de 30 dias, para poder circular enquanto a autarquia envia pelos Correios o certificado de 2017. A autorização vale para circulação somente dentro do DF. A autarquia espera, com base no número de documentos emitidos em 2016, que 375.807 motoristas busquem regularizar a situação nos próximos dias.

O departamento alerta que quem for pego sem o licenciamento de 2017 cometerá uma infração gravíssima, com multa de R$ 293,47, sete pontos na carteira de habilitação e remoção do veículo, além de outras despesas com guincho, diária, vistoria e serviço de liberação, conforme prevê o Código de Trânsito Brasileiro. Nos primeiros meses do ano, o órgão autuou 19.750 veículos por falta de licenciamento. Deste, 10.656 foram recolhidos aos depósitos do Detran.

Regularização

O motorista não precisa comparecer a uma unidade do Detran para regularizar a situação do veículo. Basta acessar o site do órgão e  imprimir os boletos de débitos, tais como IPVA, DPVAT (seguro obrigatório), taxa de Licenciamento e multas pendentes. Após serem quitados e baixados no sistema, o CRLV do carro será enviado, automaticamente, ao endereço cadastrado no Detran.

O condutor que não receber o documento deverá verificar no mesmo site, no campo “veículos”, se existe alguma pendência. Caso exista algum débito, o boleto pode ser gerado por meio do próprio site. Também é importante verificar se o endereço residencial está atualizado.

 

PUBLICIDADE

COMENTE

A responsabilidade do comentário é do autor da mensagem e não representa a opinião do Portal Agita Brasília.