A premiada peça Contrações chega ao CCBB Brasília

De 20 de fevereiro a 15 de março, o CCBB recebe CONTRAÇÕES, montagem que comemora os 10 anos do Grupo 3 de Teatro com as atrizes Débora Falabella e Yara de Novaes. A direção é de Grace Passô

O sucesso de Contrações foi incontestável por onde passou. Exibido no CCBB Rio de Janeiro, o espetáculo foi considerado um dos 10 melhores do ano pelo Jornal O Globo e a Revista Veja, além de receber cinco indicações ao prêmio Questão de Critica. Em São Paulo, Débora Falabella e Yara de Novaes abarcaram o APCA por suas interpretações, prêmio raro de ser dividido por duas atrizes em uma mesma peça teatral.

“Poderia me restringir a enumerar os vastíssimos recursos expressivos de Débora Falabella e Yara de Novaes – vozes maravilhosas, a expressividade que impõem aos gestos, capacidade de entrega, inteligência cênica, poderosa contracena e assim por diante. No entanto, diante do assombro que me causaram, ouso supor que exista algo de intangível em suas performances, que transcende, como já dito, meras considerações técnicas. Mas, o que seria? Sinceramente, não sei”, escreveu Lionel Fischer, crítico teatral, após assistir uma sessão no CCBB Rio.

Joao CaldasO depoimento emocionado do crítico exemplifica como o espetáculo foi recebido por todos os veículos de comunicação em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Curitiba. Contrações coleciona excelentes críticas e cotações máximas da imprensa especializada.

Com texto do dramaturgo inglês Mike Bartlett, Contrações é uma obra cruelmente engraçada, que parte de uma situação totalmente plausível na realidade para demonstrar sua faceta mais absurda. A ação se passa em um único espaço: o escritório de uma grande corporação. A gerente (Yara de Novaes) convoca e solicita a Emma (Débora Falabella), sua funcionária, que leia em voz alta uma cláusula do contrato que proíbe aos funcionários qualquer relação sentimental ou sexual com outro empregado da empresa. Nos encontros seguintes, a gerente, amparada pelo poder que tem, libera suas diferentes facetas para manipular Emma. Para manter seu emprego, a funcionária acaba por se render e danifica sua vida privada.

Parceiros criativos constantes do coletivo Grupo 3 de Teatro, Silvia Gomez assina a tradução do texto, Morris Picciotto é o autor da trilha original e André Cortez criou cenário e figurino desta montagem. A companhia foi fundada pelos artistas mineiros radicados em São Paulo Débora Falabella, Yara de Novaes e Gabriel Fontes Paiva, que atualmente assinam a direção artística do Grupo.

O processo de criação de Contrações

Durante o mês de abril de 2013, a equipe criativa de Contrações viajou por oito cidades do interior paulista e expôs seus ensaios para plateias de aproximadamente 400 pessoas por cidade. A peça foi construída e modificada com a presença do público, em um processo criativo exposto no qual, ao fim de cada apresentação, a plateia podia colocar suas impressões e opiniões sobre o texto e a montagem. Ao todo, os ensaios foram vistos por aproximadamente 3.000 pessoas. “Foi uma das experiências mais ricas que tivemos em nossa trajetória. Pude verificar o que já tinha percebido na primeira leitura, que o texto do Bartlett é preciso, objetivo e comunica de imediato com o espectador. Além disso, essa experiência influenciou diretamente a construção do espetáculo. O público direcionou o caminho que deveríamos seguir”, comenta Gabriel Paiva.

Repercussão e prêmios

O espetáculo recebeu ótimas críticas em sua temporada de estreia no CCBB São Paulo, em outubro de 2013, levando as atrizes Débora Falabella e Yara de Novaes à conquista do prêmio APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte), na categoria melhor atriz. A divisão do prêmio, normalmente destinado a apenas uma pessoa, aconteceu também no Prêmio Aplauso Brasil. “Este reconhecimento é a celebração de uma parceria de oito anos e fecha com chave de ouro o ano de 2013, que foi um divisor de águas para o grupo, porque fizemos nossa mostra de repertório, dois longos trabalhos de formação de plateia e esta estreia, que só me deu alegria”, comemora Falabella.

Depois de São Paulo, o espetáculo fez temporada no CCBB de Belo Horizonte (abril de 2014), cidade berço das duas atrizes, do produtor Gabriel Paiva, e do Grupo 3 de Teatro, que em 2015 completa 10 anos.

ContraçõesO Grupo 3 de Teatro comemora 10 anos de atividades

O Grupo 3 de Teatro, fundado por Débora Falabella, Gabriel Paiva e Yara de Novaes, estreou em 2005 com o espetáculo A Serpente, que dava continuidade à parceria iniciada em Belo Horizonte no final da década de 1990.

Os quatro espetáculos que compõem o repertório da companhia foram consagrados por premiações e críticas e pelo público e até hoje se alternam entre temporadas e excursões. São eles: A Serpente (2005) e O Amor e Outros Estranhos Rumores (2011), ambos com direção de Yara de Novaes, além de O Continente Negro (2007), encenado por Aderbal Freire Filho; e Contrações (2014), por Grace Passô.

A pesquisa da companhia muitas vezes de desdobra em projetos de cunho documental, social e de difusão. Sistematicamente cria ações de democratização do acesso e formação de novas plateias, com o desejo de proporcionar e garantir a todo e qualquer público a experiência teatral plena.

Sobre o autor

Com apenas 34 anos, o dramaturgo inglês Mike Bartlett é considerado um dos mais expressivos autores do teatro contemporâneo. Ganhador de importantes prêmios – como o Laurence Olivier Award e Imison Award –, Bartlett coloca o foco em seu teatro no duelo entre o homem e os padrões de conduta exigidos e marcados pela sociedade. Com uma intensidade sombriamente engraçada, o autor debruça-se, entre outros temas, sobre questões como o fim do casamento, o abuso sofrido por funcionários nas grandes corporações e a sexualidade. Trabalhando continuamente desde 2002, entre suas principais obras estão: MyChild (2007), Contractions (2008), Cock (2009), Love,Love,Love (2010) e “13” (2011).

FICHA TÉCNICA:

Texto: Mike Bartlett. Tradução: Silvia Gomez. Direção: Grace Passô. Elenco: Débora Falabella e Yara de Novaes. Cenário e Figurinos: André Cortez. Luz: Alessandra Domingues. Trilha Sonora: Morris Picciotto. Direção de Produção: Gabriel Paiva. Idealização: Grupo 3 de Teatro

Mike Bartlett
Com Débora Falabella e Yara de Novaes
Direção de Grace Passô

Local: Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB Brasília – Teatro I
Endereço: SCES, Trecho 2, Lote 22, Brasília/ DF
Horários: sexta, às 21h / sábado, às 18h30 e às 21h / domingo, às 18h
Informações: CCBB: (61) 3108-7600
Ingressos: R$ 10 (inteira) e R$ 5,00 (meia entrada)
Horário de funcionamento bilheteria CCBB: de quarta a domingo, de 13h às 21h. Os ingressos começam a ser vendidos com dois domingos de antecedência.
Classificação: 14 anos
Duração do espetáculo: 80 minutos
Capacidade do teatro: 327 lugares

 

O CCBB disponibiliza ônibus gratuito, identificado com a marca do Centro Cultural. O transporte funciona de terça a domingo. Consulte todos os locais e horários de saída no site e no Facebook.

O CCBB funciona de quarta a segunda-feira, das 9h às 21h, com fechamento às terças-feiras.

COMENTÁRIOS