Defesa Civil aprova Estádio JK

Defesa Civil aprova Estádio JK

 

O Estádio JK está apto para a realização dos jogos do Candangão 2023. Essa é a conclusão do laudo da Subsecretaria do Sistema de Defesa Civil (Sudec), vinculada à Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP/DF). Uma equipe de fiscalização e vistoria esteve na Toca da Coruja, como é conhecida a arena no Paranoá, na semana passada e gostou do que viu.

De acordo com a pasta, durante a visita foram vistoriadas as áreas a serem utilizadas pelos envolvidos no evento (público, jogadores e colaboradores), dando ênfase na integridade dos elementos estruturais da edificação, bem como vigas, pilares, cobertura e afins.

A Secretaria destacou que não constatou pendências ou precisou fazer qualquer recomendação à diretoria do Capital, equipe responsável pelo estádio. Conforme explica a SSP, a arena conta com engenheira coordenando equipe de manutenção, que periodicamente realiza ações corretivas, preventivas e preditivas.

Além do JK, Abadião, Rorizão, Serejão e Mané Garrincha têm condições de segurança estrutural para a realização dos jogos.

A Segurança Pública destaca que todos os órgãos competentes realizaram as vistorias, porém, dependendo de cada competência e necessidade, podem realizar novas visitais pontuais ao longo do Candangão 2023.

Totalmente remodelado
O Estádio JK foi reformada por meio do projeto Adote uma Praça, da Secretaria de Projetos Especiais (Sepe), que promove a recuperação de espaços públicos. O Capital quem cuidou de todo o trabalho de revitalização.

A estrutura ganhou remodelação total. Além da renovação do gramado, foram construídos dois campos anexos de treinamento, os vestiários ganharam ampliação, as arquibancadas foram consertadas e pintadas e também houve reformas elétricas e hidráulicas.

As melhorias começaram no fim de 2021 e se encerram agora. Assim, o campo está pronto para receber as partidas do Coruja – referência ao mascote do Capital. A equipe sub-20 do Capital também treina por lá.

“É uma satisfação muito grande poder somar forças com o poder público e devolver a praça esportiva à cidade”, comemora o presidente do clube, Godofredo Gonçalves. “Ali era um estádio que estava parado havia 11 anos, e hoje, além do time de futebol, ele atende a quase mil crianças de 7 a 19 anos com aulas de futebol. Isso é um benefício grande para a comunidade”. O Capital estreia no dia 29 no Candangão, em casa, contra o Samambaia.

 

Generated by Feedzy