Pesquisar
Close this search box.

fiscalização autuou 250 motoristas embriagados

Os agentes ainda flagraram 58 condutores não habilitados, 222 utilizando o telefone celular e


Os agentes ainda flagraram 58 condutores não habilitados, 222 utilizando o telefone celular e 41 pilotando moto com escapamento irregular

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) iniciou, na última sexta-feira (02), a Operação Carnaval Seguro, que visa garantir a segurança das vias durante as festividades. Nessa primeira etapa, foram realizadas abordagens no Gama, Sobradinho, Vila Planalto, Plano Piloto, Taguatinga, Ceilândia, Samambaia e Águas Claras. Até a Quarta-Feira de Cinzas (14), o policiamento será intensificado em todo o DF.

Entre sexta-feira (2) e a madrugada desta segunda (5), os agentes de trânsito abordaram 778 condutores, um terço dos quais (250) estava dirigindo sob efeito de álcool. Três deles foram conduzidos à delegacia, pois o teste do etilômetro acusou índice de alcoolemia considerado crime, conforme artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro.

Além dos flagrantes de alcoolemia, os agentes flagraram 58 condutores não habilitados, 387 sem usar o cinto de segurança, 222 utilizando o telefone celular e 41 pilotando moto com escapamento irregular. No total, 53 veículos foram recolhidos ao depósito por irregularidades diversas.

“Ainda teremos muitas ações, tanto no pré-carnaval quanto durante os dias de eventos carnavalescos. Ao todo, estão programadas 125 ações com o objetivo de coibir as infrações que geram risco de sinistros e comprometem a segurança da população, principalmente a embriaguez ao volante”, ressalta o diretor de Policiamento e Fiscalização de Trânsito, Clever de Farias.

As ações do Detran-DF contaram com um efetivo de 60 agentes em 26 viaturas, seis motocicletas, uma aeronave e quatro guinchos. As operações do tipo blitz ainda tiveram o apoio da Polícia Militar.

Destaque

Durante patrulhamento pela via N1, na sexta-feira (2), por volta das 16h30, os agentes avistaram um Renault Sandero 2014, de cor prata, que estava sendo monitorado pela autarquia em razão do grande volume de infrações em seu prontuário, que o caracteriza como veículo de infrator contumaz. Ao abordar o condutor, verificou-se que o veículo não estava licenciado desde 2016 e acumulava 142 infrações de trânsito, sendo a maioria delas por excesso de velocidade e avanço de sinal. No total, havia R$ 34.845 de débitos só em multas.

“O veículo foi recolhido ao depósito, representando um risco a menos à segurança do trânsito nas vias do DF, visto a imprudência com que seu condutor trafegava pela cidade, desrespeitando limites de velocidade e parada obrigatória nos cruzamentos semaforizados”, explica o coordenador de Policiamento e Fiscalização de Trânsito da Região Metropolitana, Anthony Grillo.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As informações são da Agência Brasília



Fonte: JBR

Fique ligado em tudo o que acontece em Brasília

Cadastra-se para receber atualizações exclusivas, novidades e descontos exclusivos.

Você sabia que o Agita Brasília está no Facebook, Instagram, Telegram, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.