Download Free FREE High-quality Joomla! Designs • Premium Joomla 3 Templates BIGtheme.net

Floradas de ipês-amarelos deixam Brasília mais charmosa

Amarelou! Brasilienses aproveitam para curtir a paisagem e postar belas imagens nas redes sociais

Ao mesmo tempo em que a seca chega ao seu auge, trazendo baixos índices de umidade relativa do ar, a época também acrescenta nova cor a Brasília. Até outubro, as vias e alamedas da capital ganham a floração amarela dos ipês. Se por um lado, andar no sol escaldante é um  incômodo, por outro, a recompensa de presenciar paisagem única vale a pena. Quem passa por perto não resiste, e logo aproveita para fotografar os ipês-amarelos se pronunciando diante dos cartões postais brasilienses.

A florada dos ipês não começou exatamente este mês. Em junho e julho, já foi possível ver a cidade mais bonita com a floração roxa das outras espécies. Por aqui, segundo dados da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), existem mais de 700 mil ipês plantados que variam entre o roxo, amarelo, branco e até mesmo verde, este, por ser raro, é pouco conhecido. Cada um tem o seu tempo para embelezar a capital do país (confira no calendário).
Nativo do Cerrado, o Ipê pode ser encontrado em várias regiões do país. A árvore, que pode atingir de 8 a 20 metros de altura, se adapta bem a ambientes secos. Por isso, aqui no Distrito Federal, ela se ambientou bem com a seca e se tornou um símbolo para os brasilienses. De norte a sul do Eixão, em quadras residenciais e ao longo da Esplanada é possível ver um pouco do amarelo trazido pela espécie nas copas e nos gramados.
No DF, existem quatro tipos do amarelo. As floradas podem variar de uma a duas semanas a depender do clima e da espécie, segundo o especialista em botânica e professor do curso de ciências biológicas da Universidade Católica de Brasília (UCB) Luciano Coelho. “Aqui são pelo menos nove. Tem algumas que vão dar flores em poucos dias e logo se vão. Isso varia com cada indivíduo (árvore) e a quantidade de recursos, nutrientes, dentre outros fatores”, explica.

Admiração

Se tem algo de que o brasiliense gosta nessa época é admirar os ipês. A pequena Nina Klinel Barreiro, 9 anos, sustenta uma paixão pela árvore e por esse motivo a escolheu para retratar a cidade. Em um trabalho escolar foi pedido para que ela e os colegas de sala tirassem fotografias ao lado de algum símbolo de Brasília. Foi ali, no Eixão Sul, acompanhada da mãe, a empresária Erica Klinel, que ela encontrou uma espécie bem florida com o amarelo. “Para mim, o florescer dos ipês é o acontecimento mais bonito da época da seca. Eles enfeitam a cidade”, conta a menina.
Antonio Cunha/CB/D.A Press

Nina não é a única a registrar a beleza dos ipês. Na conhecida Rua das Farmácias (Eixão Sul), é possível admirar um trecho logo do canteiro central colorido com o amarelo. O diplomata Pedro Amaral, 43 anos, que é admirador de árvores, não resistiu e fez algumas fotografias. “Eu gosto de contemplar árvores. Brasília fica mais bonita nessa época e daqui a pouco virá o Ipê branco, depois o Flamboyant, Sibipiruna, dentre outras. Uma vez ou outra também pego uma câmera fotográfica profissional para registrar”.

No centro da capital, próximo aos ministérios, o estudante de engenharia química Tayron Gabriel Pereira, 18 anos, aproveita o caminho feito de bicicleta da Universidade de Brasília até a Rodoviária do Plano Piloto para contemplar os ipês. Lá, na faculdade, ainda é possível ver alguns roxos floridos e, no Eixo Monumental,  ele encontra os amarelos. “A cidade fica bonita não só nas alturas, mas também nos passeios com flores caídas.”
#MissãoIpê
Foram muitos os cliques postados pelos leitores nas redes sociais com os Ipês roxos, porém a missão não acabou. A campanha do Correio #MissãoIpê agora corre em busca dos mais belos registros da espécie na sua cor amarela. As imagens mais bonitas serão republicadas na conta do jornal no Instagram (@correio.Braziliense) e também aparecerão no site do jornal. A escolha será feita por nossos jornalistas  para serem postadas a cada segunda-feira. Para participar, basta encontrar um Ipê bem bonito, preparar o celular ou máquina fotográfica e postar no Instagram com a hashtag #MissãoIpê.

PUBLICIDADE

COMENTE

A responsabilidade do comentário é do autor da mensagem e não representa a opinião do Portal Agita Brasília.