Pesquisar
Close this search box.

GDF faz reparos em passarela próxima à Rodoviária do Plano Piloto após ato de vandalismo

O Governo do Distrito Federal (GDF), por meio da administração regional do Plano Piloto,


O Governo do Distrito Federal (GDF), por meio da administração regional do Plano Piloto, fez reparos em uma das passarelas que ligam a Rodoviária do Plano Piloto ao Setor Bancário Norte, nesta quarta-feira (26). A ação ocorreu após o trecho ter sido alvo de vândalos que, na segunda-feira (24), quebraram placas de concreto para furtar cabos de energia.

“Eu passo por aqui todos os dias e cheguei a atravessar a via enquanto ela estava quebrada. Fico feliz que já arrumaram, estava com medo de me machucar”, diz a estudante Bruna Carneiro | Fotos: Geovana Albuquerque/Agência Brasília

Segundo o administrador do Plano Piloto, Bruno Olímpio, atos de vandalismo como esse geram custos para a administração pública, que precisa arcar com gastos não previstos com pessoal e material. “Pedimos para que a população ajude na preservação do bem público, afinal é um espaço para todos usufruírem e que precisa ser cuidado por todos”, disse Olímpio.

“É complicado eles quebrarem o chão de uma via pública, ainda mais aqui, que passa muita gente. Se fosse um cadeirante, uma pessoa com deficiência visual, como que ia passar aqui com tudo quebrado?”

Alef Beckman, brigadista

O ato de vandalismo prejudica a travessia diária de milhares de pedestres, inclusive pessoas com deficiência visual ou com mobilidade reduzida. “É complicado eles quebrarem o chão de uma via pública, ainda mais aqui, que passa muita gente. Se fosse um cadeirante, uma pessoa com deficiência visual, como que ia passar aqui com tudo quebrado?”, indagou o brigadista Alef Beckman.

Luciano da Silva Pereira Ramalho, analista administrativo, passa pelo local diariamente e considera que a ação do GDF foi rápida para resolver o problema. “O conserto ocorreu em um tempo ótimo. A gente não está acostumado com essa presteza toda. Quando a gente fala de ação pública, é sempre bem mais demorado. Então, eu parabenizo e agradeço ao GDF”, afirmou.

“Considero que o reparo foi rápido. Até porque foram cabos de energia e aqui é uma área estratégica, então a ação precisa ser mais rápida mesmo”, complementou Gonçalo Rodrigues, que é servidor público.

A estudante Bruna Carneiro disse ter ficado apreensiva com o vandalismo, já que viu muitas pessoas optarem por usar a pista para atravessar o trecho. “Eu passo por aqui todos os dias e cheguei a atravessar a via enquanto ela estava quebrada. Fico feliz que já arrumaram, estava com medo de me machucar. Vi muita gente passar pela pista, é muito perigoso”, alertou.

Furto de cabos

O analista administrativo Luciano Ramalho elogiou a rapidez na solução do problema

Segundo a Companhia Energética de Brasília (CEB), de janeiro a maio deste ano, foi registrado o furto de quase 25 quilômetros de cabos, resultando em um prejuízo de mais de R$ 503 mil. No ano passado, mais de 89 km de cabos foram furtados. O prejuízo foi de R$ 1,8 milhão.

De acordo com a CEB, o Plano Piloto é a região com o maior número de ocorrências de furtos de cabos no Distrito Federal. Em 2023, foram 270 casos. Neste ano, o número já ultrapassa 90.

Dados sobre vandalismo

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF), foram registradas 2.555 ocorrências de vandalismo na capital federal entre janeiro e maio deste ano. Em relação ao mesmo período do ano passado, foram 2.363 registros.

Do total de casos ocorridos neste ano, 179 foram cometidos contra patrimônio público. De janeiro a maio do ano passado, houve 137 registros com essa qualificadora.

Para combater esse e outros crimes, a SSP-DF lançou o programa DF Mais Seguro, que tem como um de seus eixos o Cidade Mais Segura, que conta com ações voltadas à construção de espaços seguros, priorizando questões relacionadas a desordens, medo e insegurança da população.

Canais de denúncia

Caso alguém presencie algum tipo de vandalismo, a orientação é acionar a Polícia Militar (PMDF) pelo número 190.

A Polícia Civil (PCDF) também disponibiliza quatro canais de atendimento para registro de ocorrências:

– Denúncia online
– E-mail: denuncia197@pcdf.df.gov.br
– Telefone: 197, opção 0 (zero)
– WhatsApp: (61) 98626-1197.



Fonte: Agencia Brasília

Fique ligado em tudo o que acontece em Brasília

Cadastra-se para receber atualizações exclusivas, novidades e descontos exclusivos.

Você sabia que o Agita Brasília está no Facebook, Instagram, Telegram, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.
Pesquisar
Close this search box.

BUSCAR

MENU