Pesquisar
Close this search box.

GDF nomeia 1,5 mil servidores na educação, saúde e segurança

Os maiores reforços vão para a educação, com 812 profissionais, seguido pela Polícia Civil


Os maiores reforços vão para a educação, com 812 profissionais, seguido pela Polícia Civil (PCDF), com 300 aprovados e outros 300 policiais penais

A nomeação de 1.466 servidores públicos foi autorizada pelo governador do Distrito Federal Ibaneis Rocha (MDB). A ideia é reforçar os quadros de áreas essenciais como educação, saúde e segurança pública. Os maiores reforços vão para a educação, com 812 profissionais, seguido pela Polícia Civil (PCDF), com 300 aprovados e outros 300 policiais penais. Elas se somam às 6,5 mil nomeações feitas em 2023

Na Saúde, são 14 médicos da especialidade pediatria e outros sete médicos da especialidade neurologia pediátrica. O Instituto de Defesa do Consumidor (Procon-DF) vai ganhar dez novos profissionais, enquanto a Universidade do Distrito Federal (UnDF) vai receber 20 aprovados na carreira de magistério superior. Por fim, a Procuradoria-Geral do Distrito Federal terá três nomeados.

“Estamos convocando servidores de áreas essenciais para o funcionamento do governo e reforçando nosso compromisso com os aprovados nesses concursos. A recomposição e ampliação dos quadros é mais do que necessária e continuaremos chamando mais aprovados, sempre com responsabilidade fiscal e dentro do nosso orçamento”, afirmou o governador Ibaneis Rocha.

Os novos servidores serão contemplados, cada um de acordo com suas áreas, com medidas que beneficiaram as diversas categorias do funcionalismo público nos últimos anos, entre elas o reajuste de 18% nos vencimentos, sancionado em 2023 pela atual gestão. O plano de saúde do GDF e o reajuste no tíquete alimentação, que teve aumento superior a 60%, também constam como ações em prol do servidor.

“Com essas nomeações vamos contabilizar quase oito mil nomeações apenas neste ano, com responsabilidade orçamentária e financeira”, informou o secretário de Planejamento, Orçamento e Administração, Ney Ferraz. “É uma recomposição dos quadros da saúde, educação e segurança pública com o objetivo de melhor atender à população, além de desafogar a prestação dos serviços lá na ponta. A determinação do governador Ibaneis é muito clara: melhorar a prestação dos serviços públicos e estamos focados nisto”, acrescentou Ferraz.

Confira, a seguir, as nomeações por área:

Educação

776 professores de Educação Básica
20 pedagogos Orientadores Educacionais
16 Gestores em Políticas Públicas e Gestão Educacional
20 aprovados na Carreira Magistério da Universidade do Distrito Federal Professor Jorge Amaury Maia Nunes (UnDF)


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segurança Pública

300 policiais penais
100 escrivães da Polícia Civil
200 agentes da Polícia Civil

Saúde

14 médicos na especialidade Pediatria
7 médicos na especialidade Neurologia Pediátrica


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Outros

3 da Procuradoria-Geral do DF
10 do Procon-DF (4 técnicos administrativos, 1 fiscal, 5 analistas)

*Com informações de Ian Ferraz, da Agência Brasília


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Fonte: JBR

Fique ligado em tudo o que acontece em Brasília

Cadastra-se para receber atualizações exclusivas, novidades e descontos exclusivos.

Você sabia que o Agita Brasília está no Facebook, Instagram, Telegram, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.