Pesquisar
Close this search box.

Homem é preso suspeito de monitorar transporte de toneladas de maconha

Apesar da apreensão de três toneladas de maconha nas operações, o traficante encarregado de


Apesar da apreensão de três toneladas de maconha nas operações, o traficante encarregado de monitorar as cargas da droga permanecia foragido

Na última quinta-feira (14), a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), por intermédio da Coordenação de Repressão às Drogas (Cord), realizou a prisão de um traficante foragido da Justiça do Distrito Federal desde o ano de 2021, em Uberlândia/MG, em decorrência de um mandado de prisão preventiva expedido pela 2ª Vara de Entorpecentes do Distrito Federal.

As investigações indicam que o criminoso fazia parte de um grupo responsável pelo transporte de significativas cargas de maconha para o DF. Durante as Operações Virtus I, Virtus II e Poblado, esse grupo composto por 15 pessoas foi desarticulado e detido.

“Durante diligências realizadas pelas equipes da Cord, o indivíduo foi localizado e detido em sua cidade natal, no Estado de Minas Gerais. Cabe ressaltar que esse mesmo sujeito foi o batedor das drogas apreendidas na Operação Virtus, deflagrada em maio deste ano. Na ocasião, o traficante conseguiu escapar, mas seus dois comparsas foram flagrados e presos com uma tonelada de maconha destinada à capital federal”, explica o coordenador da Cord, delegado Rogério Henrique de Oliveira.

O traficante detido também participou de outra ação criminosa para monitorar e acompanhar o transporte de grande quantidade de maconha do Estado do Mato Grosso para o DF. Na Operação Pablado III, ocorrida em novembro deste ano, o criminoso novamente evadiu-se da ação policial, enquanto dois homens e duas mulheres foram presos em flagrante com mais de uma tonelada de maconha.

Segundo as investigações, o grupo era responsável por financiar a logística do transporte da droga para o DF e ocultar os valores obtidos do tráfico interestadual.



Fonte: JBR

Fique ligado em tudo o que acontece em Brasília

Cadastra-se para receber atualizações exclusivas, novidades e descontos exclusivos.

Você sabia que o Agita Brasília está no Facebook, Instagram, Telegram, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.