Pesquisar
Close this search box.

Homem que tentou matar sogro é condenado a 16 anos

Além da violência, o homem ainda ameaçou a sogra e a ex-companheira, que tinha


Além da violência, o homem ainda ameaçou a sogra e a ex-companheira, que tinha uma medida protetiva contra ele por agressões anteriores

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) condenou um homem a 16 anos de prisão e três anos de detenção pelos crimes de tentativa de homicídio qualificado, ameaça, constrangimento ilegal e descumprimento de medida protetiva.

Segundo o processo, em setembro de 2022, Lucas da Silva Carneiro foi até a casa da ex-companheira exigindo ver o filho do casal. Com a negativa do sogro, o condenado fingiu aceitar receber a criança no dia seguinte, mas voltou mais tarde e arrombou a porta com um machado e o atacou.

Além da violência, o homem ainda ameaçou a sogra e a ex-companheira, que tinha uma medida protetiva contra ele por agressões anteriores. Na casa estavam os filhos e netos do idoso, sendo três deles menores de idade.

Assim, no entendimento dos jurados, o réu cometeu o crime por motivo torpe e ainda agiu com emprego de recurso que dificultou a defesa da vítima.

Outro ponto destacado pela juíza foram as consequências que a violência levou para a família. Entre elas, está o surto do filho mais velho do idoso, que presenciou a agressão e surtou. O homem passou 33 dias desaparecido vagando pelas ruas, tendo desenvolvido problemas psiquiátricos.

A magistrada também observou que o réu apresenta vários antecedentes criminais com decisões definitivas e, por isso, avaliou a personalidade do acusado de modo negativo, “diante do habitual comportamento delitivo em crimes praticados no contexto de violência doméstica e familiar contra a mesma e outra vítimas, demonstrado pelas condenações anteriores e pelos depoimentos das vítimas”, disse.

Assim, nesse contexto, a magistrada manteve a prisão preventiva do réu e não concedeu a ele o direito de recorrer em liberdade.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 



Fonte: JBR

Fique ligado em tudo o que acontece em Brasília

Cadastra-se para receber atualizações exclusivas, novidades e descontos exclusivos.

Você sabia que o Agita Brasília está no Facebook, Instagram, Telegram, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.