Pesquisar
Close this search box.

Hospital Cidade do Sol começa a operar sob gestão do IgesDF

Unidade, em Ceilândia, será exclusiva para pacientes com dengue que precisam de internação. Objetivo


Unidade, em Ceilândia, será exclusiva para pacientes com dengue que precisam de internação. Objetivo é chegar a 60 leitos nos próximos dias

Nesta sexta-feira (9), o Instituto de Gestão Estratégica do Distrito Federal (IgesDF) assumiu temporariamente a administração do Hospital Cidade do Sol (HCS), localizado em Ceilândia. O instituto estará à frente do hospital enquanto durar a epidemia de dengue no DF. No primeiro dia de comando da unidade, após dois dias da aprovação do projeto que concedia a gestão do hospital ao Instituto pela Câmara Legislativa do DF (CLDF), o HCS já oferece à população mais que o dobro de leitos do que dispunha anteriormente. De 17 leitos, a ampliação para 40 leitos foi realizada em apenas um dia.

Segundo o presidente do IgesDF, Juracy Cavalcante Lacerda Júnior, este aumento substancial e rápido só é possível graças ao modelo de gestão do Instituto, que permite agilidade na contratação de recursos humanos e na compra de insumos. Mais 20 leitos devem ser abertos nos próximos dias, alcançando a capacidade para 60 leitos.

“Este hospital será um apoio para as outras unidades de saúde. A ideia é ajudar a desafogar o sistema. Temos RH, insumos e equipamentos para estes 40 leitos e para atender os pacientes que necessitarem de internação. É um equipamento de saúde que será um complemento para trazer melhor assistência à saúde da população”, destaca o presidente do IgesDF.

O Hospital Cidade do Sol será exclusivo para pacientes com dengue que necessitam de internação. A unidade vai funcionar todos os dias da semana, de maneira ininterrupta e só atenderá pacientes encaminhados de outras unidades de saúde, ou seja, não terá atendimento no regime porta aberta à comunidade.

O HCS conta com equipe interdisciplinar composta por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, nutricionista, técnicos de nutrição, técnicos de laboratório, psicólogos, assistentes sociais, farmacêuticos clínicos e hospitalares, auxiliares de humanização e maqueiros.

Segundo Cavalcante, o que será trabalhado nos próximos dias é uma gestão eficiente no sentido de girar bem estes pacientes e ter uma condução humanizada, além de apresentar transparência aos órgãos de controle e à CLDF.

“Gostaria de agradecer a todo o time do IgesDF, da Secretaria de Saúde e do Hospital de Campanha, porque foi uma união de forças. Desde ontem (quinta-feira), a equipe não tem dormido para conseguir operacionalizar e montar leitos, farmácia, escalas dos próximos dias e deixar tudo pronto. Estou muito orgulhoso da minha equipe por todo esforço e quem ganha com isso é a população”, enfatizou e agradeceu o gestor.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O IgesDF já entrou no HCS trazendo a tecnologia que desenvolveu nos últimos meses para suas outras unidades. Assim que assumiu, levou o painel de gerenciamento de leitos. Além disso, toda a medicação utilizada já será com rastreabilidade, garantindo maior segurança ao paciente e menor desperdício ao Instituto.

Hospital Cidade do Sol

Localizado ao lado da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Ceilândia, próximo ao Sol Nascente/Pôr do Sol, a unidade ocupa uma área de 22,9 mil m². Com a nova administração do Hospital Cidade do Sol, o Instituto aumentou o número de leitos disponíveis para a comunidade do Sol Nascente. Em apenas dois dias, o hospital dobrou sua capacidade, passando de 17 para 40 leitos, com planos de expandir para 60 em breve.

A gestão temporária do HCS foi uma resposta direta ao cenário de urgência de epidemia de dengue, instalado pelo Decreto nº 45.448, de 24 de janeiro de 2024, e em conformidade com a Lei nº 7.417, divulgada em edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF).


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com informações da agência Brasília



Fonte: JBR

Fique ligado em tudo o que acontece em Brasília

Cadastra-se para receber atualizações exclusivas, novidades e descontos exclusivos.

Você sabia que o Agita Brasília está no Facebook, Instagram, Telegram, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.