Pesquisar
Close this search box.

Hospital de Campanha para combate à dengue começa a funcionar nesta segunda

Instalada ao lado da UPA I de Ceilândia, unidade é mais uma estratégia para


Instalada ao lado da UPA I de Ceilândia, unidade é mais uma estratégia para ampliar assistência a pacientes

O Hospital de Campanha (Hcamp) da Força Aérea Brasileira ( FAB), instalado próximo à Feira do Produtor, em Ceilândia, começará a funcionar na manhã desta segunda-feira (5). Com a estimativa de atender 600 pessoas por dia, a iniciativa é mais uma das estratégias para aumentar a assistência a pacientes com dengue. Neste domingo (4), foi feita a montagem da estrutura, que comporta até 60 leitos.

Em visita durante os trabalhos, a secretária de Saúde, Lucilene Florêncio, falou sobre o fluxo de atendimento dinâmico que direcionará o HCamp: “A população será acolhida pelo HCamp e, precisando internar, encaminhada aos hospitais da rede. Se a demanda for maior, temos as UPAs [unidades de pronto atendimento], que atendem os casos intermediários”.

O comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro do ar Marcelo Kanitz Damasceno, também ressaltou a importância da ativação do HCamp para combater a dengue no DF: “É um lugar diferente, um quadro diferente. Cerca de 40% dos casos estão concentrados aqui, então este hospital é de muita importância no combate a essa doença”.

Estrutura

De acordo com a comandante do HCamp, major médica Juliana Vandesteen,  a mobilização para o hospital se deu quase em tempo recorde. O material foi entregue na madrugada de sexta (2), e a montagem foi realizada neste domingo. “A solicitação foi de construir um hospital com muitos leitos de hidratação, para diminuir o gargalo identificado na área”, detalhou.

O Hcamp se localiza ao lado da UPA I de Ceilândia. A estrutura é modular, com sete células onde funcionam áreas para acolhimento, consultas e laboratório, entre outras. O hospital terá funcionamento 24 horas com toda a estrutura necessária para atendimento dos pacientes com dengue, como cadeiras de hidratação e leitos.

O HCamp possui ainda um centro de Emergência, interligado por dois túneis. Um se comunica com a tenda de laboratório, onde serão feitos a coleta e os exames para diagnóstico de dengue, assim como acompanhamento do tratamento. O outro levará ao espaço de hidratação, que tem dois setores separados – pediátrico e adulto.  A triagem também será realizada no local.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Vinte e nove militares da área de saúde da FAB atuarão no Hcamp, sendo nove lotados em unidades do Distrito Federal e 20 deslocados do Rio de Janeiro. A equipe é composta por sete médicos, dos quais quatro são clínicos e três pediatras,  além de enfermeiros e técnicos de enfermagem e de laboratório.

Região concentra casos

De acordo com o mais recente informe epidemiológico de dengue, desde o início do ano, foram 29,5 mil casos de dengue notificados na capital federal. As regiões de Ceilândia e Sol Nascente/Pôr do Sol concentram a maior parte dos episódios, com 8.896 notificados.

Com informações da agência Brasília


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 



Fonte: JBR

Fique ligado em tudo o que acontece em Brasília

Cadastra-se para receber atualizações exclusivas, novidades e descontos exclusivos.

Você sabia que o Agita Brasília está no Facebook, Instagram, Telegram, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.