Pesquisar
Close this search box.

Idoso de 75 anos armado é preso após perseguir ex-mulher

O investigado persistentemente desrespeitava as medidas de aproximação, causando transtornos diversos à vida de


O investigado persistentemente desrespeitava as medidas de aproximação, causando transtornos diversos à vida de sua ex-mulher

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), por intermédio da 9ª Delegacia de Polícia do Lago Norte, efetuou a prisão de um idoso de 75 anos, sob acusações de descumprimento de medidas protetivas, stalking e porte ilegal de arma de fogo. A ação policial teve como base as investigações conduzidas pela 9ª DP, que identificou seis ocorrências policiais registradas contra o idoso por violação das medidas protetivas de urgência estabelecidas pela Lei Maria da Penha.

Durante o cumprimento do mandado de prisão preventiva, os policiais surpreenderam o homem quando deixava sua residência de moto. O suspeito tentou resistir à abordagem. Na revista pessoal, os agentes encontraram em sua posse uma pistola calibre 22, municiada, além de outros dois carregadores contendo 22 munições intactas.

Em junho de 2023, o Poder Judiciário determinou o monitoramento eletrônico do idoso para rastreá-lo em relação a outra investigação policial, que também visava possíveis descumprimentos de medidas protetivas contra a mesma vítima. Contudo, até a presente data, ele não havia sido localizado para o cumprimento efetivo dessa medida.

As investigações indicaram que o idoso e a vítima frequentavam eventos de motocicletas, e em um deles, um amigo da mulher encontrou sua barraca queimada na área de camping do evento, onde o autor também foi avistado.

Diante desses fatos, a 9ª DP solicitou a prisão preventiva do idoso, que foi deferida pelo Poder Judiciário. Além disso, o suspeito foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e resistência.



Fonte: JBR

Fique ligado em tudo o que acontece em Brasília

Cadastra-se para receber atualizações exclusivas, novidades e descontos exclusivos.

Você sabia que o Agita Brasília está no Facebook, Instagram, Telegram, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.