Pesquisar
Close this search box.

Lotes 1 e 4 do Bernardo Sayão têm obras de drenagem e pavimentação

Mais de 40 mil pessoas serão beneficiadas com as obras de infraestrutura no Setor


Mais de 40 mil pessoas serão beneficiadas com as obras de infraestrutura no Setor Habitacional Bernardo Sayão, também conhecido como Guará Park. No Lote 1, que compreende as chácaras 1 a 12 e 62 a 52, máquinas e operários trabalham na pavimentação dos condomínios 60, 61 e 62 e da BS07. No Lote 4, os serviços se concentram na escavação da lagoa de detenção situada no interior das chácaras 12 e 13. Em ambos os lotes estão em execução serviços de pavimentação, sinalização horizontal e vertical, drenagem urbana, meios-fios e calçadas, além da construção de bacias de detenção.

A área também está recebendo serviços da Caesb | Fotos: Divulgação/ Secretaria de Obras

Valter Casimiro, secretário de Obras e Infraestrutura do DF, explica os motivos do atraso na entrega da obra nos dois lotes e está otimista quanto à conclusão dos trabalhos. “No lote 1, houve alteração na composição societária do consórcio responsável. Essa alteração contratual impactou diretamente na execução dos serviços, que acabaram temporariamente suspensos. Questão resolvida, estamos aproveitando o tempo seco, sem chuva, para avançar o mais rapidamente possível”, detalha.

Também estão em andamento serviços de rebaixamento das redes de água e esgoto executados pela Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb). O engenheiro Renan Oliveira, da Secretaria de Obras, destaca que somente é possível avançar na pavimentação da BS07 quando os serviços da Caesb e os em execução nos condomínios estiverem concluídos.

“Caso contrário, o movimento do maquinário pesado acabaria danificando o novo pavimento, assim como a tubulação das redes de água e esgoto, causando vazamentos e a necessidade de paralisação dos serviços em execução. Com o avanço dos serviços, nossa previsão é de que as obras do Lote 1 sejam concluídas em outubro deste ano”, pontua.

Status da obra

Nos lotes 2 e 3, os serviços previstos em contrato estão concluídos. No local, foram executados serviços de drenagem, pavimentação, meios-fios, calçadas, abertura de bocas de lobo e sinalização vertical e horizontal. O investimento nesses dois lotes foi de R$ 15 milhões.

Ao todo, o Setor Habitacional Bernardo Sayão vai ganhar 32 km de rede coletora de águas pluviais e 46 km de pavimentação asfáltica em uma área de 354,74 hectares

No Lote 4, estão sendo investidos R$ 24 milhões em obras de drenagem, pavimentação, meios-fios, calçadas, sinalização vertical e horizontal, além da construção de bacia de detenção. No momento, os serviços se concentram na escavação da lagoa situada dentro das chácaras 12 e 13.

“Nos próximos dias, vamos iniciar as obras de drenagem e pavimentação nos condomínios. O quinto e último lote segue em fase de elaboração de projeto e orçamentação. Estamos trabalhando para que o edital de licitação seja publicado até o fim deste ano”, esclarece Casimiro.

Ao todo, o Setor Habitacional Bernardo Sayão vai ganhar 32 km de rede coletora de águas pluviais e 46 km de pavimentação asfáltica em uma área de 354,74 hectares. O investimento total na região vai se aproximar dos R$ 100 milhões.

*Com informações de Obras e Infraestrutura



Fonte: Agencia Brasília

Fique ligado em tudo o que acontece em Brasília

Cadastra-se para receber atualizações exclusivas, novidades e descontos exclusivos.

Você sabia que o Agita Brasília está no Facebook, Instagram, Telegram, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.
Pesquisar
Close this search box.

BUSCAR

MENU