Pesquisar
Close this search box.

Operação autua 32 motociclistas em Ceilândia por escapamento irregular

Durante a ação foram abordados 270 motociclistas, sendo autuados 32 por dirigir veículo com


Durante a ação foram abordados 270 motociclistas, sendo autuados 32 por dirigir veículo com o escapamento irregular

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) realizou, na noite dessa quarta-feira (17), mais uma edição da Operação Sossego em Ceilândia. Durante a ação foram abordados 270 motociclistas, sendo autuados 32 por dirigir veículo com o escapamento irregular.

Ainda na operação, os agentes do Detran-DF autuaram 20 motociclistas por dirigir o veículo sob a influência de bebida alcoólica, oito por dirigir veículo com o sistema de iluminação alterado, oito inabilitados, seis com a CNH vencida e 17 por infrações diversas. Os agentes recolheram 15 veículos ao depósito. O coordenador de policiamento e fiscalização de trânsito da região Oeste, Wesley Cavalcante, destaca que a ação possibilita uma maior segurança viária. “A operação tem o foco no excesso de barulho, no entanto, também abrange as condições do veículo e do condutor. O objetivo principal é garantir um trânsito mais seguro”, ressalta o coordenador.

Operação Sossego

A operação Sossego é uma inciativa do Detran-DF e tem o objetivo de retirar de circulação as motocicletas com descarga livre ou silenciador de motor de explosão defeituoso, deficiente ou inoperante. Neste ano, já foram registradas 333 infrações por escapamento irregular. Em todo o ano passado, foram 6.973 autuações.

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), conduzir o veículo com o escapamento irregular é infração grave e acarreta multa de R$ 195,23, cinco pontos na CNH e retenção do veículo para regularização.

*Com informações do Detran-DF



Fonte: JBR

Fique ligado em tudo o que acontece em Brasília

Cadastra-se para receber atualizações exclusivas, novidades e descontos exclusivos.

Você sabia que o Agita Brasília está no Facebook, Instagram, Telegram, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.