Pesquisar
Close this search box.

Parceria leva programas sociais a 970 produtores e trabalhadores rurais

Inserção no CadÚnico e adesão ao Programa Prato Cheio foram alguns dos serviços mais


Inserção no CadÚnico e adesão ao Programa Prato Cheio foram alguns dos serviços mais demandados nos 23 mutirões do Cras

Por meio de parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento Social do DF (Sedes) e a Emater-DF, 970 produtores e trabalhadores rurais foram atendidos pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Volante em 23 mutirões realizados entre fevereiro e outubro deste ano.

Os atendimentos foram realizados em 13 escritórios locais da Emater-DF localizados no Núcleo Pipiripau, Planaltina, PAD-DF, Ceilândia, Núcleo Rural Jardim, Taquara, Núcleo Rural Rio Preto, Brazlândia, Tabatinga, São Sebastião, Alexandre Gusmão, Paranoá e Sobradinho. Dentre os serviços prestados à comunidade têm destaque: inserção no Cadastro Único (CadÚnico); adesão ao Programa Prato Cheio; pedido de isenção da emissão da 2ª vida da Carteira de Identidade; solicitação da Carteira do Idoso e concessão de benefícios eventuais, como auxílio natalidade, vulnerabilidade, calamidade, entre outros.

O presidente da Emater-DF, Cleison Duval, destaca que a parceria com a Sedes reflete uma forma de integração entre os órgãos do Governo do Distrito Federal visando atender as necessidades da população local. Além disso, o dirigente destacou que os moradores das regiões rurais muitas vezes não conseguem fazer o deslocamento até a cidade para acessar as políticas públicas.

“A Emater-DF é o braço do GDF no campo. Nós convivemos diariamente com as famílias rurais e conhecemos de perto suas necessidades. Dessa forma, facilitar o acesso dessas pessoas aos programas sociais faz parte da nossa missão que, neste caso, só é possível pelo trabalho conjunto com a Sedes, que compreende as características e dificuldades da comunidade rural”, ponderou Cleison Duval.

De acordo com a secretária adjunta de Desenvolvimento Social, Renata Marinho, a parceria entre Sedes e Emater-DF corrobora a ação articulada do GDF em prol das famílias mais vulneráveis. “A sinergia de esforços, como neste caso, em que o Cras Móvel vai até localidades rurais, mapeadas e atendidas pela Emater, prestar atendimento socioassistencial, faz com que as políticas públicas sejam mais efetivas. A ideia é que, em 2024, essa parceria se intensifique e possamos levar ainda mais proteção social à população”, declarou a secretária adjunta.

A parceria entre essas instituições transcende as ações do Cras Móvel. A entrega da Cesta Verde é outro exemplo emblemático dessa integração ao levar frutas, legumes e verduras para a mesa das famílias que mais precisam e, em contrapartida, fomenta a produção dos pequenos agricultores do DF.

Capacitação

Os mutirões do Cras são realizados dentro dos escritórios locais da Emater-DF. Durante o período das 9h às 14h30 os profissionais da Sedes ocupam salas e computadores da empresa de assistência técnica do DF e realizam os atendimentos às dezenas de pessoas que vão o local em busca dos serviços prestados pelos Cras, que muitas vezes estão distantes das regiões rurais.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para atualização de informações sobre os benefícios assistenciais e o CadÚnico, no dia 24 de agosto, os técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Social promoveram uma capacitação aos extensionistas rurais da Emater-DF.

A divulgação das datas e locais dos mutirões do Cras Móvel e a mobilização da população rural que precisa acessar os programas sociais são feitas pelos extensionistas da Emater-DF que, por meio de convênio firmado com a Sedes, já realizam a inscrição de produtores e trabalhadores rurais no CadÚnico, assim como atualiza esses cadastros. Além disso, os escritórios locais aproveitam a oportunidade de ida dos trabalhadores e produtores rurais e promovem outras atividades, como oficinas, entrega de cestas básicas e rodas de Terapia Comunitária Integrativa.

CadÚnico

O Cadastro Único é a porta de entrada para acesso aos programas sociais do GDF e do Governo Federal. No entanto, o cadastramento não significa inclusão automática nos programas sociais. Para isso, é necessário cumprir critérios e procedimentos definidos pelos órgãos gestores e pela legislação específica para cada um deles.

Os programas Auxílio Brasil, Benefício de Prestação Continuada, Morar Bem, Telefone Popular, Fomento às Atividades Produtivas Rurais são alguns dos ofertadas pelo governo federal. Já os programas Cartão Gás, Cartão Material Escolar, Cartão Prato Cheio e Cartão Creche são disponibilizados pelo GDF.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

*Com informações da Emater-DF

Agência Brasil



Fonte: JBR

Fique ligado em tudo o que acontece em Brasília

Cadastra-se para receber atualizações exclusivas, novidades e descontos exclusivos.

Você sabia que o Agita Brasília está no Facebook, Instagram, Telegram, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.