Pesquisar
Close this search box.

PCDF desmantela associação criminosa suspeita de explorar idosos

Na manhã desta quinta-feira (23), a Delegacia Especial de Repressão aos Crimes por Discriminação


Na manhã desta quinta-feira (23), a Delegacia Especial de Repressão aos Crimes por Discriminação Racial, Religiosa, ou por Orientação Sexual, ou contra a Pessoa Idosa ou com Deficiência – Decrin, desencadeou a Operação Senex, visando combater uma associação criminosa envolvida em 13 crimes, incluindo apropriação indevida da renda de um casal de pessoas idosas, exposição a condições desumanas e furto mediante fraude em investimentos bancários.

O casal, ambos com idades avançadas de 95 e 97 anos, respectivamente, servidores públicos aposentados com altos salários, foi vítima de cuidadores e funcionários domésticos que exploravam sua vulnerabilidade. Os criminosos cobravam valores exorbitantes por serviços básicos, incluindo diárias de faxina chegando a R$ 5 mil e serviços de motoristas por R$ 70 mil. Além disso, realizaram saques fraudulentos de investimentos em nome dos idosos. Os criminosos ainda receberam “doações” em forma de cheques elevados e carros de luxo.

Apesar dos rendimentos elevados, o casal vivia em condições precárias, com escassez de alimentos, resultado direto da exploração dos criminosos. A senhora de 97 anos está interditada judicialmente desde março de 2023, e o senhor, de 95 anos, conforme laudo pericial da PCDF, não possui autonomia para lidar com valores monetários.

 



Fonte: JBR

Fique ligado em tudo o que acontece em Brasília

Cadastra-se para receber atualizações exclusivas, novidades e descontos exclusivos.

Você sabia que o Agita Brasília está no Facebook, Instagram, Telegram, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.