Download Free FREE High-quality Joomla! Designs • Premium Joomla 3 Templates BIGtheme.net

Planetário recebe seminário de arte e tecnologia

Evento gratuito vai ser no sábado (24), das 16 horas às 18h30. Na ocasião, será lançado aplicativo com mapas turísticos criados por artistas da cidade

O valor do projeto é R$ 119.647,28 — e não R$ 199.647,28

O Planetário de Brasília será palco de debates entre especialistas em arte e tecnologia. Neste sábado (24), o espaço recebe o seminário Pensamento Coletivo: Arte e Tecnologia em Debate. O evento ocorrerá das 16 horas às 18h30 e será aberto ao público.

O Planetário de Brasília será palco de debates entre especialistas em arte e tecnologia.
O Planetário de Brasília será palco de debates entre especialistas em arte e tecnologia. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Duas palestras e uma mesa-redonda serão ministradas por acadêmicos e artistas que pesquisam temas de arte e tecnologia. Entre os assuntos abordados estarão a poesia hipertextual, a gamearte e a realidade mista, além de variações da aplicação da arte para dispositivos móveis. O evento tem o apoio da Secretaria Adjunta de Ciência, Tecnologia e Inovação.

As atividades marcam o lançamento do aplicativo Trilhas Poéticas, desenvolvido com recursos do Fundo de Apoio à Cultura (FAC). Por meio de GPS, o sistema permite que os interessados explorem a cidade sob a perspectiva de 15 artistas locais, que elaboraram 30 trajetos.

Ao seguir a trilha, como em um mapa, o leitor deve fazer o trajeto como foi pensado pelo autor, ponto a ponto. Em cada lugar indicado terá alguma intervenção artística como vídeos, textos e fotos. A partir de sábado (24), o aplicativo estará disponível para download gratuito para Android e em breve para IOS.

O projeto foi aprovado no edital de 2014 e contou com verba de R$ 119.647,28. Os artistas convidados participaram de oficinas para conhecer mais sobre a proposta e aprender a construir uma trilha. Eles foram orientados por um diretor artístico, um profissional de tecnologia da informação e por uma turismóloga.

Trilhas poéticas passam por pontos turísticos de Brasília

A produtora cultural Bethania Maia, de 25 anos, foi uma das escolhidas para compor o time de artistas do projeto. Ela, que fez duas trilhas que passam por Ceilândia, Taguatinga e Taquari, conta que foi uma ótima oportunidade para estrear como escritora. “Foi uma experiência de reconexão com Brasília, de homenagear, com as minhas palavras, essa cidade que já meu deu tanto”, diz.

Ao seguir a trilha, como em um mapa, o leitor deve fazer o trajeto como foi pensado pelo autor, ponto a ponto. Em cada lugar indicado terá alguma intervenção artística como vídeos, textos e fotos

O aplicativo também explora ambientes menos urbanos, como o Córrego do Urubu, com as criações dos artistas visuais Maurício Chades e Mangala Bloch. Eles trazem para o público imagens, fotos de instalações feitas no local e intervenções artísticas.

O diretor de teatro Thiago Jorge traz vídeos e fotos de seu espetáculo Farra de Basquiat, em cartaz desde 2013 em Brasília e cuja pesquisa em dança-teatro é inspirada na coreógrafa alemã Pina Bauch. Essa trilha pensada por ele passa pelo Eixão Sul e Norte e por Planaltina.

De acordo com o poeta que propôs o projeto, João Victor Pacífico, a ideia é conseguir trabalhar com a realidade mista, ter um conteúdo que o público só vê pelo celular, porém de forma presencial.

Ele conta sobre a trilha que criou. Ela passa pela 308 Sul, considerada quadra modelo do projeto original de Brasília, que conta com a Igreja Nossa Senhora de Fátima, mais conhecida como Igrejinha da 307/308 Sul, jardins de Burle Marx e azulejos de Athos Bulcão.  “É uma espécie de roteiro turístico, só que poético”, resume.

Pensamento Coletivo: Arte e Tecnologia em Debate 
24 de junho (sábado)
Das 16 horas às 18h30
No Planetário de Brasília (Setor de Difusão Cultural, Via N1, Eixo Monumental)
Entrada gratuita

EDIÇÃO: PAULA OLIVEIRA

PUBLICIDADE

COMENTE

A responsabilidade do comentário é do autor da mensagem e não representa a opinião do Portal Agita Brasília.