Download Free FREE High-quality Joomla! Designs • Premium Joomla 3 Templates BIGtheme.net

Pontos turísticos de Brasília recebem festival internacional de dança a céu aberto

Quarta edição do Marco Zero passará por locais como Rodoviária do Plano Piloto, Congresso Nacional e Praça dos Três Poderes. Apresentações gratuitas serão nestas quarta (26) e quinta (27) e no fim de semana

Os brasilienses apreciadores de dança terão oportunidade de assistir a espetáculos a céu aberto em pontos turísticos da cidade, de 26 a 30 de abril. A quarta edição do Marco Zero — Festival Internacional de Dança em Paisagem Urbana trará performances e intervenções a locais como a Rodoviária do Plano Piloto, a Torre de TV e o Congresso Nacional.

No programa estão apresentações gratuitas de nove grupos do Distrito Federal, sete do Rio de Janeiro, dois de São Paulo, um do Maranhão, um do Piauí, um de Goiás, um do Ceará e um do Uruguai. A maioria dos artistas é brasileira, mas muitos vivem em outros países.

O evento, que tem patrocínio do Fundo de Apoio à Cultura (FAC), com R$ 199 mil, ocorreu em 2006, 2009 e 2010 e tem como proposta uma reflexão entre os movimentos dos corpos e o espaço urbano, o limiar entre o corpo individual e a vida social. Neste ano, as atividades começam antes da programação oficial, na terça-feira (25), com uma mostra de videodança na Praça da Bíblia, em Ceilândia (veja abaixo a tabela com o calendário).

R$ 199 milRecursos do FAC para o Marco Zero — Festival Internacional de Dança em Paisagem Urbana

A abertura será na quarta-feira (26), às 9 horas, no Instituto Federal de Brasília (610 Norte). O primeiro espetáculo de intervenção artística sai do local da abertura, às 11 horas, em direção à Torre de TV, com a dupla Fernanda Vizeu e Peter Boos, com Tour in Berlim em Brasília. No mesmo dia, haverá números no Setor de Diversões Sul (Conic) e na faixa de pedestres do Conjunto Nacional.

Na quinta-feira (27) pela manhã, os grupos fazem exibições no Congresso Nacional e no circuito entre a Rodoviária do Plano Piloto, o Museu Nacional e a Estação Central de metrô.

Devido à greve geral marcada em todo o País para sexta (28), os eventos dessa data foram transferidos para o dia seguinte.

As atrações no sábado (29) começam às 10 horas, em dois locais: Feira do Guará e Feira dos Importados, no Setor de Indústria e Abastecimento. Do Guará, os artistas seguem para os pilotis do Bloco G da 104 Sul e para o Museu Nacional. Estão previstas ações em trens de metrô e performances na Praça dos Três Poderes e no Panteão da Pátria.

No último dia, 30 de abril, os espetáculos serão no Eixão Norte, na Torre de TV e no Parque Olhos D’Água, na 413 Norte.

Também fazem parte do festival intervenções sonoras, oficinas e mostras. O Marco Zero foi idealizado pela artista Marcelle Lago, que o criou em agosto de 2006, e a curadoria é de Flavia Meireles.

Marco Zero — Festival Internacional de Dança em Paisagem Urbana
De 26 a 30 de abril
Em diferentes locais e horários

PUBLICIDADE

COMENTE

A responsabilidade do comentário é do autor da mensagem e não representa a opinião do Portal Agita Brasília.