Pesquisar
Close this search box.

Ruas da Superquadra Park Sul começam a receber novo pavimento

O tempo de poeira e lama está com os dias contados na Superquadra Park


O tempo de poeira e lama está com os dias contados na Superquadra Park Sul, antigo Setor de Oficinas Sul. Isso porque, com o avanço das obras de drenagem, a empresa contratada pela Secretaria de Obras e Infraestrutura iniciou a pavimentação da via que passa ao lado da Pão Dourado. Máquinas e operários já trabalham na terraplanagem e na compactação do solo.

O secretário de Obras e Infraestrutura, Valter Casimiro, explica que a intervenção no setor foi dividida em etapas, iniciando pela execução da rede de drenagem. “Começamos esta obra pela escavação das lagoas. Na sequência, iniciamos a instalação da drenagem nas ruas que cortam as quadras do setor, do posto de combustível até a Pão Dourado. Com esse serviço concluído, iniciamos a pavimentação de todas essas ruas”, detalha.

O projeto prevê a construção de 6,4 mil metros de galerias, quatro lagoas de detenção com capacidade para abrigar 29 mil m³ de água da chuva captada pelas bocas de lobo, entre outras coisas | Fotos: Divulgação/Secretaria de Obras

O projeto prevê a construção de 6,4 mil metros de galerias, quatro lagoas de detenção com capacidade para abrigar 29 mil m³ de água da chuva captada pelas bocas de lobo, nova pavimentação, iluminação pública em LED, paisagismo, mobiliário urbano, sinalização horizontal e vertical, além de estacionamentos públicos e calçadas mais acessíveis. O projeto inclui também a implantação de duas praças na região, entre as quadras 5/6 e 10/11, e a pavimentação da via IA SP1, que liga o Park Sul à Estrada Parque Taguatinga (EPTG).

“Dos 6,4 mil metros de novas redes de drenagem previstas em contrato, 4.116 metros já foram instalados, além de 80 poços de visita. Cerca de 45 mil m³ de terra já foram escavados para a implantação das lagoas. Agora estamos iniciando os serviços de terraplenagem para pavimentação, execução dos dissipadores e dispositivos de concreto das bacias”, explica Erinaldo Sales, subsecretário de Acompanhamento e Fiscalização de Obras.

O investimento total é próximo de R$ 65 milhões, sendo R$ 42,5 milhões custeados pelo GDF e os demais R$ 22,5 milhões pagos por incorporadoras que ergueram prédios residenciais no Setor de Garagens, Concessionárias e Veículos Sul (SGCV), como medida compensatória relativa ao Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV).

*Com informações da Secretaria de Obras e Infraestrutura



Fonte: Agencia Brasília

Fique ligado em tudo o que acontece em Brasília

Cadastra-se para receber atualizações exclusivas, novidades e descontos exclusivos.

Você sabia que o Agita Brasília está no Facebook, Instagram, Telegram, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.
Pesquisar
Close this search box.

BUSCAR

MENU