Terceira unidade de farmácia de Alto Custo é inaugurada no DF

Renato Araujo/Agencia Brasilia

A região do Gama recebe inauguração de farmácia de Alto Custo na manhã desta terça-feira (7/11). A unidade já funcionava desde o último dia 30, e já prestou 400 atendimentos.

Renato Araujo/Agencia Brasilia

A terceira farmárcia de Alto Custo no Distrito Federal foi inagurada oficialmente na manhã desta terça-feira (7/11), no Gama. A unidade já funcionava desde o último dia 30 e já prestou 400 atendimentos. A expectativa é que a unidade receba 6 mil pessoas por mês, atendendo moradores de Santa Maria, Riacho Fundo I e II, Recanto das Emas e cidades do Entorno, além, evidentemente, do Gama.

No local, há oferta de remédios para doenças crônicas como asma, mal de Alzheimer, esclerose múltipla, esquizofrenia e insuficiência renal. A ideia é que essa nova unidade possa desafogar o atendimento na farmácia localizada da estação do metrô da 102 Sul.
No Gama, a farmácia funciona em um terreno cedido pela Secretaria de Fazenda, na Praça 1. Cerca de 20 servidores devem atuar na unidade, entre técnicos e farmacêuticos. Além da oferta dos medicamentos e do cadastro de novos pacientes, o espaço oferece serviço de orientação farmacêutica para aqueles que vão fazer a retirada pela primeira vez. Também não é mais necessário enfrentar mais uma fila para fazer o cadastro e outra para pegar o remédio. Tudo pode ser feito com uma única senha.

Para se cadastrar

Para ter direito à medicação de alto custo, é necessário fazer um cadastro no Ministério da Saúde por meio de agendamento pelo Disque Saúde 160. A solicitação é analisada e, caso aprovada, o requerente pode retiar o remédio na unidade indicada. É necessário portar um documento de indentificação com foto e receita original. A renovação do cadastro deve ser feita a cada três meses.
Além do Gama, há unidades de alto custo na estação de metrô 102 Sul, e na Praça do Cidadão, localizada na EQNM 18/20 (Ceilândia). As duas unidades têm aproximadamente 30 mil cadastrados, com a maior concentração (17 mil) na do Plano Piloto.
Com informações da Agência Brasília 

COMENTÁRIOS