TRE-SP: biometria não é meio ágil de votar; é meio seguroTRE-SP: biometria não é meio ágil de votar; é meio seguro


Diversos eleitores de São Paulo têm reclamado de enfrentar filas demoradas para votar nas eleições de hoje (2). Segundo o diretor-geral do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), Claucio Corrêa, as filas estão dentro das expectativas do tribunal, mas houve atraso em algumas seções eleitorais do estado de São Paulo por causa do uso de biometria para a identificação dos eleitores.

“A biometria não é um meio ágil de votar, é um meio seguro de votação. Ela serve para garantir que o eleitor que comparecer perante a mesa receptora de votos realmente é de fato quem diz ser. É este o objetivo da biometria: trazer mais segurança para o resultado das eleições”, disse, em entrevista coletiva concedida na sede do TRE, na tarde de hoje (2).

Nesta eleição, mesmo que não tenha comparecido ao cartório eleitoral para coletar seus dados biométricos, se o eleitor tiver registrado a sua impressão digital em algum órgão parceiro da Justiça Eleitoral, como o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), ela pode ser utilizada para a sua identificação. Segundo o tribunal, são feitas quatro tentativas de identificação por biometria. Se não funcionar, é feita então uma pergunta de um dado pessoal ao eleitor ou eleitora para liberar a urna para votação. Além disso, todos precisam apresentar um documento pessoal com foto para votar.

Notícias relacionadas:

Eleitor que estiver em filas vai conseguir votar, diz TSE.Votação para presidente já se encerrou em 59 países, informa TSE.Eleições: mesmo não sendo obrigada, idosa faz questão de votar .Nesta eleição, mesmo que não tenha comparecido ao cartório eleitoral para coletar seus dados biométricos, se o eleitor tiver registrado a sua impressão digital em algum órgão parceiro da Justiça Eleitoral, como o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), ela pode ser utilizada para a sua identificação. Segundo o tribunal, são feitas quatro tentativas de identificação por biometria. Se não funcionar, é feita então uma pergunta de um dado pessoal ao eleitor ou eleitora para liberar a urna para votação. Além disso, todos precisam apresentar um documento pessoal com foto para votar.

A expectativa do tribunal é que, em algumas seções eleitorais, a votação se encerre somente por volta das 18h ou 19h. No entanto, o diretor do TRE alerta que só os eleitores que comparecerem à seção eleitoral até as 17h poderão votar hoje (2).

Quem estiver no local até as 17h, vai receber uma senha e a votação só será encerrada até que todos que estavam aguardando na fila, e com senha, terminem de registrar seus votos. Só então será emitido o boletim de urna daquela seção e, por fim, os dados serão transmitidos ao Tribunal Superior Eleitoral para totalização.

Generated by Feedzy