Download Free FREE High-quality Joomla! Designs • Premium Joomla 3 Templates BIGtheme.net

Confira o que vai rolar em novembro na Caixa Cultural Brasília

Mês de novembro tem também projetos Solo Música, Samba de Bamba, Cine Curta Brasil, Jogo de Cena e mais três exposições em cartaz

Música 

Zélia Duncan – O Lado Bom da Solidão

A cantora Zélia Duncan, um dos grandes nomes da música popular brasileira, se apresenta no Teatro da CAIXA com o seu show intimista “O Lado Bom da Solidão”, em voz e violão. No palco, a compositora e intérprete traz sucessos como “Alma”, “Catedral”, “Tudo sobre Você”, entre outras canções dos seus mais de 30 anos de carreira. Nesse projeto, a proximidade entre a artista e a plateia fica mais intensa e mostra um pouco mais da sua versatilidade musical.

Local: Teatro da CAIXA Cultural Brasília (SBS Quadra 4 Lotes 3/4)

Dias: 3 a 6 de novembro

Hora: Quinta-feira a sábado, às 20h; domingo, às 19h

Classificação Indicativa: Não recomendado para menores de 14 anos

Duração: 70 minutos

Ingressos: À venda a partir de 29 de outubro | R$ 20 e R$ 10 (meia)

Meia-entrada: Estudantes, professores, funcionários e clientes CAIXA, pessoas acima de 60 anos e doadores de livro.

Bilheteria: de terça a sexta e domingo, das 13h às 21h, e sábado, das 9h às 21h. Contato: (61) 3206-6456

 

Música

Solo Música – Cesar Villavicencio

A série Solo Música está em sua quarta temporada em Brasília e apresenta recitais de música instrumental solo a cada mês. São concertos que privilegiam a diversidade musical de artistas de diversos gêneros e nacionalidades. Do erudito ao popular, os amantes da música são surpreendidos pela peculiaridade e raridade dos instrumentos tocados. Neste mês, a atração é o músico peruano Cesar Villavicencio, que se apresenta com flauta doce e e-recorder e interpreta obras inéditas contemporâneas.

Local: Teatro da CAIXA Cultural Brasília (SBS Quadra 4 Lotes 3/4)

Dia: 7 de novembro

Hora: Segunda-feira, às 20h

Classificação Indicativa: Não recomendado para menores de 12 anos

Duração: 90 minutos

Ingressos: À venda a partir de 5 de novembro | R$ 20 e R$ 10 (meia)

Meia-entrada: Estudantes, professores, funcionários e clientes CAIXA, pessoas acima de 60 anos e doadores de livro.

Bilheteria: de terça a sexta e domingo, das 13h às 21h, e sábado, das 9h às 21h. Contato: (61) 3206-6456

 

Música

Samba de Bamba – Tempero Carioca

Idealizado pelo jornalista e crítico musical Rodrigo Browne, o projeto Samba de Bambaapresenta, a cada mês, um expoente do autêntico samba brasileiro. No palco, os sambistas convidados, provenientes de todo o país, também comentam a escolha de suas canções prediletas. Em novembro, conheça o grupo Tempero Carioca, que traz ao Teatro da CAIXA uma roda de samba de partido alto com composições próprias e clássicos de Noel Rosa, Cartola e Candeia.

Local: Teatro da CAIXA Cultural Brasília (SBS Quadra 4 Lotes 3/4)

Dia: 8 de novembro

Hora: Terça-feira, às 20h

Classificação Indicativa: Não recomendado para menores de 12 anos

Duração: 90 minutos

Ingressos: À venda a partir de 5 de novembro | R$ 20 e R$ 10 (meia)

Meia-entrada: Estudantes, professores, funcionários e clientes CAIXA, pessoas acima de 60 anos e doadores de livro.

Bilheteria: de terça a sexta e domingo, das 13h às 21h, e sábado, das 9h às 21h. Contato: (61) 3206-6456

 

Teatro

A Chegada de Lampião no Inferno

A premiada companhia de teatro de animação PeQuod apresenta um espetáculo inspirado no famoso cordel, com referências à cultura popular e que conta a trajetória de vida e morte de Lampião. Em cena, atores e bonecos narram a história do cangaceiro que, chegando ao inferno, entra numa briga com o diabo pelo domínio daquele lugar. Com cenografia e iluminação apurados, o espetáculo conta também com trilha sonora de André Abujamra e narração do ator Othon Bastos.

Local: Teatro da CAIXA Cultural Brasília (SBS Quadra 4 Lotes 3/4)

Dias: 10 a 13 de novembro

Hora: Quinta-feira a sábado, às 20h; domingo, às 19h

Classificação Indicativa: Não recomendado para menores de 16 anos

Duração: 75 minutos

Ingressos: À venda a partir de 5 de novembro | R$ 10 e R$ 5 (meia)

Meia-entrada: Estudantes, professores, funcionários e clientes CAIXA, pessoas acima de 60 anos e doadores de livro

Bilheteria: de terça a sexta e domingo, das 13h às 21h, e sábado, das 9h às 21h. Contato: (61) 3206-6456

 

Música

Circuito Repique do Tambor

No mês em que se celebra a Consciência Negra, o Teatro da CAIXA recebe o CircuitoRepique do Tambor, com espetáculos musicais que trazem a diversidade de ritmos da cultura popular de raiz africana. Na abertura, a banda Olodum convida Raquel Coutinho. Nos dias seguintes, o Ilê Aiyê sobe ao palco com a cantora Maíra Freitas e o percussionista Marco Lobo com Mariene de Castro. E, encerrando o projeto, apresentam-se o grupo André Sampaio e os Afromandinga como o rapper BNegão.

Local: Teatro da CAIXA Cultural Brasília (SBS Quadra 4 Lotes 3/4)

Dias: 17 a 20 de novembro

Hora: Quinta-feira a sábado, às 20h; domingo, às 19h

Classificação Indicativa: Livre para todos os públicos

Duração: 120 minutos

Ingressos: À venda a partir de 12 de novembro | R$ 20 e R$ 10 (meia)

Meia-entrada: Estudantes, professores, funcionários e clientes CAIXA, pessoas acima de 60 anos e doadores de livro.

Bilheteria: de terça a sexta e domingo, das 13h às 21h, e sábado, das 9h às 21h. Contato: (61) 3206-6456

 

Cinema

Cine Curta Brasil

A cada mês, o Teatro da CAIXA recebe a exibição de curtas-metragens da mais recente e inventiva produção cinematográfica brasileira. Abordando temas da atualidade como “pertencimento”, “empoderamento” e “mobilidade”, essa mostra traz foco para discussões além da produção e montagem dos filmes. A realização de curtas no Brasil vive uma crescente, com títulos premiados no Festival de Cannes e no Oscar.

Local: Teatro da CAIXA Cultural Brasília (SBS Quadra 4 Lotes 3/4)

Dias: 22 e 29 de novembro

Hora: Terça-feira, às 13h

Classificação Indicativa: Verifique classificação indicativa para cada filme

Duração: 60 minutos

Entrada franca limitada à lotação do teatro

 

Música

Rodrigo Campos – Conversas com Toshiro

O cantor e compositor Rodrigo Campos apresenta o show do seu mais recente álbum, inspirado no Japão e num paralelo com a cidade de São Paulo, com a fusão entre oriente e ocidente. Nas composições, o também instrumentista lança um olhar poético sobre o amor, o desejo e a morte na atualidade. Uma viagem musical que traz também as cantoras Ná Ozzetti e Juçara Marçal nos vocais e tem na banda os músicos Marcelo Cabral, Curumin, Dustan Gallas e Thiago França.

Local: Teatro da CAIXA Cultural Brasília (SBS Quadra 4 Lotes 3/4)

Dias: 25 a 27 de novembro

Hora: Sexta-feira e sábado, às 20h; domingo, às 19h

Classificação Indicativa: Livre para todos os públicos

Duração: 70 minutos

Ingressos: À venda a partir de 19 de novembro | R$ 10 e R$ 5 (meia)

Meia-entrada: Estudantes, professores, funcionários e clientes CAIXA, pessoas acima de 60 anos e doadores de livro.

Bilheteria: de terça a sexta e domingo, das 13h às 21h, e sábado, das 9h às 21h. Contato: (61) 3206-6456

 

Artes Visuais

Mundo Giramundo

A mostra Mundo Giramundo traz uma retrospectiva dos quase 50 anos de atuação do grupo Giramundo, conhecido pela criação e manipulação de bonecos para teatro. Entre vários trabalhos expostos, o público poderá conhecer croquis, desenhos e marionetes que narram a trajetória do grupo mineiro por meio de uma instalação cenográfica. Além da exposição, o Giramundo leva a magia do teatro de bonecos para o Teatro da CAIXA e promove palestra e oficina de manipulação de bonecos.

Local: Galeria Principal da CAIXA Cultural Brasília (SBS Quadra 4 Lotes 3/4)

Visitação: até 27 de novembro; de terça-feira a domingo, das 9h às 21h

Classificação Indicativa: Livre para todos os públicos

 

Artes Visuais

Pererê do Brasil

A exposição Pererê do Brasil traz as histórias em quadrinhos da famosa turma folclórica criada pelo quadrinista Ziraldo. Com clima que remete à Mata do Fundão, onde vive a Turma do Pererê, a mostra utiliza uma linha do tempo multimídia para contar a trajetória dos personagens, como do indiozinho Tininim, do jabuti Moacir e da onça Galileu. Uma exposição itinerante que já passou por Salvador e Recife e que valoriza as características regionais da cultura brasileira.

Local: Galerias Piccola I e II da CAIXA Cultural Brasília (SBS Quadra 4 Lotes 3/4)

Visitação: até 27 de novembro; de terça-feira a domingo, das 9h às 21h

Classificação Indicativa: Livre para todos os públicos

 

Jogo de Cena

O Teatro da CAIXA recebe, mensalmente, os comediantes Welder Rodrigues e Ricardo Pipo que trazem, sob a coordenação de James Fensterseifer, o que há de mais novo na produção cultural da cidade. Num formato de programa de auditório, os apresentadores, integrantes da “Cia. de Comédia Os Melhores do Mundo”, recebem os artistas convidados e comandam divertidas brincadeiras com a plateia.

Local: Teatro da CAIXA Cultural Brasília (SBS Quadra 4 Lotes 3/4)

Dia: 30 de novembro

Hora: Quarta-feira, às 20h

Classificação Indicativa: Não recomendado para menores de 14 anos

Duração: 120 minutos

Ingressos: À venda a partir de 26 de novembro | R$ 20 e R$ 10 (meia)

Meia-entrada: Estudantes, professores, funcionários e clientes CAIXA, pessoas acima de 60 anos e doadores de livro.

Bilheteria: de terça a sexta e domingo, das 13h às 21h, e sábado, das 9h às 21h. Contato: (61) 3206-6456

Capacidade: 406 lugares (8 para cadeirantes) | Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais

 

Artes Visuais

Henri Matisse – Jazz

A mostra com obras do pintor, desenhista e escultor francês Henri Matisse reúne 20 pranchas impressas de desenhos feitos em tesoura especialmente para o álbum Jazz, publicado em 1947. Abordando temas como circo, contos populares e viagens, as gravuras seguem o ritmo marcado de uma orquestra de jazz. A curadoria da exposição é de Anna Paola Baptista, curadora do Museu da Chácara do Céu, um dos Museus Castro Maya localizados no Rio de Janeiro.

Local: Galeria Vitrine da CAIXA Cultural Brasília (SBS Quadra 4 Lotes 3/4)

Visitação: de 26 de outubro a 23 de dezembro de 2016, de terça-feira a domingo, das 9h às 21h

Classificação Indicativa: Livre para todos os públicos

 

Artes Visuais

Metamorfoses – O Papel no Acervo da CAIXA

Esta exposição apresenta mais de cinquenta obras do Acervo Artístico da CAIXA unidas pela similaridade do suporte, o papel. São desenhos e gravuras de importantes artistas brasileiros tais como Tarsila do Amaral, Di Cavalcanti, Oswaldo Goeldi, Artur Barrio, Marcelo Gassmann, Djanira, Fayga Ostrower, Tomie Ohtake, Anna Bella Geiger e Glênio Bianchetti, dentre outros.

Local: Galeria Acervo da CAIXA Cultural Brasília (SBS Quadra 4 Lotes 3/4)

Visitação: até 29 de janeiro de 2017, de terça-feira a domingo, das 9h às 21h

Classificação Indicativa: Livre para todos os públicos

PUBLICIDADE

COMENTE

A responsabilidade do comentário é do autor da mensagem e não representa a opinião do Portal Agita Brasília.