Pesquisar
Close this search box.

Simpósio internacional aborda combate ao superfungo candida auris

A Diretoria de Ensino e Pesquisa (Diep) do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde

A Diretoria de Ensino e Pesquisa (Diep) do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IgesDF) e o Hospital do Base (HB) participaram de simpósio internacional online e presencial sobre o superfungo candida auris. O evento reuniu especialistas nacionais e internacionais – dois conferencistas do Reino Unido, um dos EUA e outro da Holanda- para compartilhar experiências sobre esse fungo emergente que tem alarmado a comunidade científica no âmbito da saúde pública.

Chefe do Núcleo de Controle de Infecção Hospitalar do Hospital de Base, o infectologista Julival Ribeiro ressaltou a importância da troca de conhecimentos. “Esse simpósio é uma oportunidade única para unir esforços e compartilhar estratégias eficazes no combate ao candida auris. Ao aprender com os surtos anteriores e discutir abertamente sobre os desafios que esse fungo apresenta, estamos fortalecendo nossa capacidade de resposta e aprimorando nossos protocolos para um possível cenário no Distrito Federal”, disse.

“Ao compartilhar conhecimentos e experiências, pretendemos fortalecer a capacidade de resposta, garantindo que estejamos preparados para lidar com o candida auris, caso surja no DF”, conclui o especialista.

O candida auris tem alto potencial de disseminação no ambiente, dificuldade de diagnóstico e resistência a diversos antifúngicos. A contaminação é mais comum em pessoas já debilitadas em sua saúde, como pacientes de UTI, pacientes oncológicos e aqueles que utilizam dispositivos médicos.

Surtos do fungo foram registrados em Pernambuco, na Bahia, em São Paulo e no Rio de Janeiro. No Distrito Federal, até o momento, não há registros do candida auris.

Fique ligado em tudo o que acontece em Brasília

Cadastra-se para receber atualizações exclusivas, novidades e descontos exclusivos.

Você sabia que o Agita Brasília está no Facebook, Instagram, Telegram, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.